Paróquias da Diocese de Santo André realizam Coleta para a Evangelização nos dias 11 e 12 de dezembro

No fim de semana em que celebramos o 3º Domingo do Advento, mais conhecido como o “Domingo Gaudete” ou “Domingo da Alegria”, a Diocese de Santo André, em comunhão com a Igreja no Brasil, realiza a Coleta para a Evangelização nos dias 11 e 12 de dezembro (sábado e domingo), durante as missas celebradas em todas as paróquias das dez regiões pastorais, das sete cidades do Grande ABC.

Essa iniciativa é um gesto concreto da Campanha para a Evangelização, que teve início na Solenidade de Cristo Rei (21 de novembro) e que a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) promove há 23 anos, desde 1998, tendo como objetivo despertar novos discípulos missionários para a evangelização. A campanha foi criada em 1997, durante a 35ª Assembleia Geral da CNBB.

Em 2021, a Campanha da Evangelização apresenta o tema: “Ide, sem medo, para servir”, uma expressão do Papa Francisco em sua homilia de encerramento na Jornada Mundial da Juventude, em 2013, no Brasil.


Como serão as doações
O Setor de Campanhas da CNBB disponibilizou o modelo de envelope para impressão, de modo que as Igrejas particulares que sempre utilizam este recurso possam baixá-lo, fazer a impressão em gráficas locais e distribuí-los como de costume. O material pode ser baixado no link ao final desta notícia e também no site de Campanhas (www.campanhas.cnbb.org.br). Também estão disponibilizadas a Arte do Cartaz, a Oração da Campanha e a prestação de contas de 2020.


Destinação dos recursos
Do total arrecadado, 45% permanecem na própria diocese, 20% são destinados aos 19 regionais da Conferência – que desenvolvem nas bases as atividades evangelizadoras, programadas a partir das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (2019-2023) e 35% são destinados à CNBB, que são utilizados para a manutenção da sede da entidade em Brasília (DF) e também são distribuídos para as 12 Comissões Episcopais Pastorais.


Visibilidade às ações pastorais
O secretário-executivo de Campanhas da CNBB e subsecretário-geral adjunto interino, Pe. Patriky Samuel Batista, afirma que a Coleta para a Evangelização é um modo de motivar a participação de todos os cristãos católicos e dar visibilidade às ações pastorais de cada Igreja particular. “Como por exemplo: ações do plano de pastoral, ação solidária emergencial, trabalhos das diversas pastorais. Em âmbito nacional a divulgação de todas atividades das Comissões Episcopais Pastorais e ações dos setores da CNBB como, por exemplo, a comunicação e o Centro de Documentação e Informação (CDI)”, destaca.

Com os recursos arrecadados com a Campanha para a Evangelização, a Igreja no Brasil garante a continuidade do trabalho de anúncio e testemunho do Evangelho desde as áreas missionárias até às periferias das grandes cidades, passando pelas ações pastorais e pela articulação das comunidades eclesiais missionárias.


8º Plano de Pastoral
A ação atende ao 8º Plano Diocesano de Pastoral, através do itinerário 5: que tem como objetivo desenvolver a consciência missionária em todas as pastorais, movimentos e associações. O fortalecimento dos conselhos missionários, a formação e a integração de todos são atividades previstas para este fim; e o itinerário 8, como um gesto concreto de solidariedade e colaboração com a continuidade das missões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.