O que é a Páscoa?

O que é a Páscoa?

Por volta de 1300 a.C., na história da salvação, Deus mesmo agiu para libertar o seu povo que era escravo no Egito. Por meio de Moisés manda preparar o povo para Sua פסח “pessach” (passagem – páscoa, cf. Ex 12,12) na primeira lua cheia do equinócio da primavera (hemisfério norte). O faraó ferido não consegue mais oprimir aquele povo escolhido.
Páscoa então é passagem. A passagem de Deus entre nós, a passagem da escravidão para a libertação, como o povo judeu até hoje celebra a memória.
Em sua vida terrena, Jesus deu novo significado à Páscoa. Há quase 2000 anos atrás, seguindo as tradições judaicas de seu povo, celebrou a Pessach com seus discípulos, dando antes a grande lição do poder-serviço através do Lava-pés. Durante a Ceia dá-se em alimento, sustento para nossa alma, e anuncia o maior dos sacrifícios: dará sua vida por nós. Preso injustamente, condenado e morto naquela sexta-feira cumpriu o seu propósito plenamente.
Ao ressuscitar no terceiro dia, conforme prometeu, Cristo faz a passagem (Páscoa) da morte para a vida, da escravidão do corpo para uma alma liberta com Deus, das trevas para a luz. O esplendor do Rei destruiu as trevas, abriu para nós o Reino de Deus! Eis o centro de nossa fé, razão de nossa existência: a morte não tem a última palavra. É preparado a nós um novo céu e uma nova terra, que se iniciam já aqui e terminam em uma vida plena, onde Deus será tudo em todos (Ap 21).
Tal festa tão importante é repetida durante oito dias em nossa Igreja Católica. A oitava da Páscoa faz ressoar a alegria da Ressurreição, confirma a esperança no triunfo da paz e do bem, da justiça e da verdade.
Feliz e santa Páscoa a você e sua família!
 
Texto de Wagner Botelho dos Santos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.