Meu Senhor e Meu Deus!

PALAVRA DE VIDA

Neste 2º. Domingo da Páscoa celebramos a Divina Misericórdia de Deus.
Perante tantos medos que nos afligem, incertezas que nos desnorteiam, falta de sentido para a existência e tantos outros desafios, como fazer menção da misericórdia de Deus? Muitos perguntam, onde Ele está perante todas essas realidades? Se está presente, por qual razão não age?
A Igreja, em sua sabedoria, sempre nos aponta para reconhecermos que Deus é Misericórdia. Voltarmos para Ele, vamos encontrar misericórdia.
No Filho crucificado e ressuscitado, para quem tem olhos para ver, ouvidos para ouvir, e coração para sentir, só encontramos misericórdia. Mas, temos que prestar muita atenção, pois Ele age pela força da atração. Não tem espetáculo, barulho, aparências, forças do mundo que muitas vezes nos atraem. Seu amor é libertador. Encontrando-o, fazendo experiência Dele, inicia novo movimento na história pessoal e coletiva.
Foi assim na primeira comunidade. Parecia que o medo ia vencer, ficar trancafiados com as portas fechadas. Tomé quer provas. Jesus mostra em seu corpo as consequências do Amor pela humanidade, e nasce uma das profissões de fé mais belas dos Evangelhos: “Meu Senhor e meu Deus”.
“Hoje é o dia que o Senhor fez para nós, alegremo-nos e exultemos. Aleluia”
É tempo de cuidar! Paz e Bem!
 
Frei Carlos Alberto, OFMConv.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.