A DIMENSÃO DA FÉ PASCAL

“Se eu não ver nas suas mãos o sinal dos cravos, e não puser o meu dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de modo algum hei de crer (Jo 20, 25)”. Essa frase do apóstolo Tomé, após a ressurreição de Jesus, serve de parâmetro para refletirmos sobre a dimensão de nossa fé católica cristã.

São Tomé, que duvidou da ressurreição, foi um dos doze apóstolos de Jesus Cristo. Seu nome está ligado com a expressão “ver para crer”, pois ele estava ausente quando Jesus apareceu para os seus após a sua ressurreição. No entanto, no dia em que os discípulos disseram para ele sobre a aparição de Jesus e ele respondeu que só acreditaria se colocasse sua mão nas feridas do mestre, o próprio Cristo apareceu e mostrou as marcas da Sua Paixão e disse: “Estenda a sua mão e toque o meu lado. Não seja incrédulo, mas tenha fé (Jo,25, 27)”.
A dúvida de São Tomé nos remete a dimensão da fé pascal, a fé na ressurreição. Ele disse após a fala de Jesus, “Meu Senhor e Meu Deus”, e nesta fala está o tamanho do que professamos. Jesus como Deus e Senhor e, mais do que isso, acreditar naquilo que não vemos, acreditar na ressurreição de Jesus e, consequentemente, em nossa própria ressurreição, pois se não acreditarmos nisso, vazia será nossa fé, como disse São Paulo no capítulo 15 da Primeira Carta aos Coríntios.
A palavra fé, logo nos remete a acreditar, no entanto, mais profundo do que simplesmente acreditar, ela pode ser traduzida por “confiar”. Pois, não basta apenas acreditar em nossa ressurreição e sim confiar que, ao morrermos, viveremos para a vida eterna. Essa é nossa ressurreição.
A dimensão da fé pascal nos mostra que a mensagem que Cristo nos passa na Páscoa não é a Sua morte, mas sim o que veio após essa morte na cruz, a ressurreição e a vitória sobre a morte.
Pois bem, então, como São Tomé, devemos sempre professar a nossa fé com a frase, “Meu Senhor e Meu Deus”, renovando-a em cada momento de nossa vida, principalmente na celebração eucarística, onde celebramos o Cristo vivo e presente sempre em nossa vida!
 
Texto de Vado Cristofali

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.