Amai-vos uns aos outros, como eu vos amei!

O tema central da liturgia deste domingo é o amor. Jesus despede-se dos seus discípulos e deixa-lhes em testamento o seu novo mandamento: “amai-vos uns aos outros, como Eu vos amei”.

Estamos vivendo um tempo em que muito é evocado o nome de Jesus, inclusive realizadas orações em palácios governamentais pedindo que seu nome seja glorificado. No entanto, as práticas que acompanham essas orações e pregações passam distantes do mandamento novo de Jesus: o amor.
A mensagem que a CNBB enviou ao povo brasileiro aponta, com muita lucidez, fenômenos presentes em nossa sociedade que não revelam o amor, mas sim a destruição da vida humana, sua dignidade e relações.
Com a negação da ciência e divulgação de tantas desinformações referentes à vacina, quantas vidas foram ceifadas. Quantas crianças e jovens ficaram sem os meios necessários para continuar seu processo de escolarização no período mais crítico da pandemia. A crise ética, política, social e econômica já existente em nossa sociedade foi escancarada neste tempo, trazendo trágicas conseqüências, principalmente para os mais pobres: o retorno do país ao mapa da fome, a insegurança alimentar e o desemprego.
A fé deve estar intimamente ligada à vida. É no campo da história humana que a mensagem do Senhor deve ser encarnada. Que vença o amor e não o ódio, a mentira e a ganância de dinheiro e poder.
É tempo de cuidar. Paz e Bem!

Frei Carlos Alberto, OFMConv.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.