Mas tu, vai anunciar o Reino de Deus

No centro da palavra de Deus hoje, está a dimensão do caminho e a do discipulado. Duas palavras que evocam dimensões fundamentais para nossa vida.

Caminho – Alegra-me pensar a vida assim: não nascemos prontos. Desde o ventre materno até o suspiro final de nossa vida estamos sempre a caminho, fazendo jornada. É neste caminho que vamos crescendo, ou não; que vamos descobrindo novos horizontes e nos humanizando, ou não. O próprio Senhor entrou nesta dinâmica, pois, com sua encarnação, quis participar conosco desta saga. Os cristãos também, uma vez que a primeira definição que receberam foi a de “seguidores do Caminho” (At 9,2).
A segunda palavra é fundamental para aprofundarmos nossa jornada humana: tornar-se discípulo/a do Senhor. Isso, até mesmo o ser humano separando livremente do projeto original do Pai que, no seu infinito amor, enviou seu Filho ao mundo. Ele é o caminho, a verdade a vida!
Ontem e hoje, nas estradas da história humana, Jesus faz provocações àqueles que O encontram no caminho: serem discípulos/as Dele e Tê-lo como Mestre. Ele encontra, chama, provoca e espera a adesão livre de cada um, deixando claro que o seu caminho é de despojamento e serviço. Rebate todo tipo de preconceito e intolerância religiosa e nos introduz no caminho do amor gratuito.
Desta palavra de hoje, num mundo cada vez mais secularizado, ficam algumas perguntas: Que lugar Deus tem em minha vida? Como seguí-Lo nos dias atuais?
Sou capaz de fazer o caminho do despojamento, principalmente renunciando ao egocentrismo tão presente nos nossos dias, para seguí-Lo?
É tempo de cuidar. Paz e bem!
 
Frei Carlos Alberto, OFMConv.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.