FRATELLI TUTTI

O Papa Francisco lançou no dia 3 de outubro de 2020 em Assis, a Carta Encíclica: Fratelli Tutti sobre a fraternidade e a amizade social.

Neste documento, o papa escreve no capítulo cinco, toda elaboração sobre a política, chamado: “A melhor política”.

O Papa dentro de sua reflexão, coloca a política na mesma linha da caridade, onde a política somente será autêntica se estiver presente em todos os campos sociais. Por isso, podemos falar de “amor político”, ou seja, é quando reconhecemos todos os seres humanos como irmão e buscamos conquistar seus direitos e seu desenvolvimento integral, por meio de políticas públicas que favoreçam os mais pobres e marginalizados.

Assim, não podemos falar de política, se ela não esteja próxima da caridade, amor e do bem comum. Somente podemos compreender política se estiver voltada para todas as pessoas e realidades, principalmente para os excluídos. Por isso, ele afirma: “Reconhecer todo o ser humano como um irmão ou uma irmã e procurar uma amizade social que integre a todos não são meras utopias. Exigem a decisão e a capacidade de encontrar os percursos eficazes, que assegurem a sua real possibilidade. Todo e qualquer esforço nesta linha torna-se um exercício alto da caridade” (FT 180).

Pergunta para reflexão:

Você já leu o documento Fratelli Tutti? Poderá o mundo funcionar sem política?

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *